Lavra de Minas

Coordenador: Eng. Jacopo Seccatore

As atividades de lavra na pequena mineração possuem características técnicas peculiares devido às limitações de escala e do nível tecnológico dos equipamentos utilizados . Na maioria dos casos, as operações são tão diferentes dos métodos tradicionais de lavra que não permitem a aplicação de abordagens convencionais para avaliar o desempenho da operação.

As operações artesanais geralmente utilizam equipamentos simples, com escasso nível tecnológico e conhecimento geológico praticamente nulo. Além disso, pesquisas de campo da equipe do NAP.Mineração/USP  revelaram que o uso inadequado de explosivos é uma das principais causas de acidentes na pequena mineração subterrânea, devido ao uso equivocado dos produtos (muitas vezes artesanais) e à falta de conhecimentos técnicos. A tendência da mineração artesanal de copiar sem entender os procedimentos desenvolvidos para mineração em escala industrial normalmente resulta em baixa eficiência e altos riscos em termo de segurança e instabilidades geotécnicas. De modo geral, um dos principais desafios é o atendimento das necessidades de produção sem aumentar os riscos geotécnicos.

O NAP.Mineração/USP trabalha para desenvolver e a padronizar técnicas de lavra adequadas para as operações em pequena escala com foco em segurança e na eficiência operacional. As técnicas desenvolvidas são testadas nas áreas selecionadas para as operações piloto do projeto.