A mineração em pequena escala (MPE) representa a grande maioria dos empreendimentos de produção mineral do Brasil. Se destacam nesse segmento a produção de materiais agregados à construção civil ou à agricultura, como argila, areia, brita, calcário e rochas ornamentais, de minerais metálicos, como ouro, cassiterita, scheelita, tantalita e columbita, entre outros, e de gemas e diamantes.

A MPE tem, portanto, vocação para a produção de um grande número de matérias primas de grande relevância na sociedade, e um papel fundamental na indução do desenvolvimento local e regional a partir dos vários polos produtores de bens minerais disseminados pelo país.

Como a MPE está inserida em um ambiente produtivo extremamente desafiador, é fundamental o investimento na competitividade através da introdução das melhores práticas de gerenciamento, exploração mineral, lavra, e tratamento de minérios, visando excelência no planejamento e na execução do negócio, com responsabilidade e sustentabilidade econômica, social e ambiental.

Através de uma abordagem inovadora de gestão integrada e inserção das melhores práticas em todo o processo produtivo, o NAP.Mineração/USP contribui com o aumento da competitividade na MPE e do desenvolvimento sustentável local e regional ao redor da MPE na América do Sul.